Escolha uma Página

Olá meus bonitos, tutupom com vocês? No falando sobre os Loas de hoje, veremos um pouco sobre esse loa morceguito que infelizmente foi corrompido por G’huun e os trolls de sangue.

Hir’eek (pronunciado high-REEK), o Senhor do Céu da Meia-Noite, é um loa monstro. Ele é representado em Azeroth através de um campeão de sua escolha. Essa posição já foi ocupada pela falecida Alta Sacerdotisa Jeklik.

Como o outro loa da tribo Gurubashi , Hir’eek foi mantido em Zul’Gurub contra sua vontade durante o tempo em que os Hakkari estavam tentando ressuscitar Hakkar, o Esfolador de Almas .

Após o Cataclismo , os aventureiros no Cabo do Espinhaço foram guiados pelo espírito de Hir’eek para espionar a reunião do Pária Zanzil com a Sombra do Hexxer depois que eles colocaram um Incenso Gurubashi no Totem de Hir’eek.

Antes de entrar na passagem antiga, pouco antes de sua tentativa de assassinato, Vol’jin notou um bando de morcegos voando para fora da caverna. Ele pensou em Hir’eek e se perguntou se era um aviso dos deuses. Depois de sobreviver ao atentado contra sua vida, Vol’jin conversou com Bwonsamdi e o espírito de seu pai, Sen’jin. Durante a conversa, ele notou uma risada distante que sugeria que Hir’eek e Shirvallah estavam gostando da troca.

Semanas depois, enquanto Vol’jin dormia em uma noite, Hir’eek concedeu-lhe uma visão do antigo Império Amani e de trolls Amani sacrificando Aqiris cativos. Quando um padre (sacerdote) usava uma faca adornada com símbolos loa para rasgar a barriga de um aqir, o próprio Hir’eek manifestou-se acima do altar e respirou o espírito do aqir, usando movimentos sutis de asas para puxar mais para si e tornando-se mais nitidamente definido. Vol’jin interpretou isso como Hir’eek mostrando-lhe a maneira correta de adorar o loa. O deus dos morcegos falou na cabeça de Vol’jin, dizendo-lhe que seus esforços para preservar os Lança Negras fez com que ele se separasse do loa. Enquanto seu corpo se curasse, sua alma não o faria, a menos que ele retornasse aos “caminhos verdadeiros”; abandonar sua história só faria crescer o abismo. Vol’jin acordou e perguntou se o retorno faria o abismo encolher. Hir’eek não respondeu, o que o líder Lança Negra considerou um mau presságio.

Hir’eek acabou sendo corrompido por G’huun e os trolls de sangue e posteriormente morto por um aventureiro com a ajuda de Jo’chunga e seu veneno. Sua morte foi lamentada pelos zandalari. Como um Deus Selvagem , seu espírito presumivelmente retornou ao Sonho Esmeralda .

O cadáver de Hir’eek pode mais tarde ser visto pelos aventureiros da Aliança que procuram escapar dos trolls de sangue.

Bom galera, essa foi a dica de hoje, espero que tenham gostado! Nos ajudem a continuar esse belo trabalho que fazemos aqui no nosso querido BarraDois, seja um Padrinho e nos ajude a garantir que esse trabalho continue! Caso tenham sugestões sobre guias ou curiosidades, deixem nos comentários.

 

” – Eu sacrifiquei tudo, do que você abriu mão?”