Escolha uma Página

Fala galerinha linda que lê este fantástico Website, mantido e atualizado pelas pessoas mais sexies do Brasil (e pelo Xalasca).
Neste segundo guia que vos escrevo, vocês poderão encontrar informações sobre um tópico que é muito falado em grupos, fóruns e discussões que é a Latência.
Mas por quê este tópico é importante? O que isso altera no meu gameplay? Tem como resolver essa questão? Café, no coador é mais forte? Tudo isso e muito mais, hoje, no BarraDois Repórter!

O que é Latência?

De forma simples e resumida, a latência nada mais é que o tempo que um pacote de dados de internet demora para ir de um ponto para o outro. No World of Warcraft a latência é o tempo de comunicação entre o seu computador (ponta) com os servidores da Blizzard (outra ponta).

Como funciona?

A comunicação entre a sua  ponta e a ponta de destino e a troca de pacotes de dados entres essas duas pontas dá-se constantemente. Mas de uma forma prática e fácil, vou tentar explicar para você como funciona, na prática, a latência.
Você está lá, lindo(a) e fino(a), em Orgrimmar mas precisa ir de um ponto da cidade para outro. Qual a forma mais rápida? Pegar sua montaria e correr/voar até lá.
Quando você clica no botão para sumonar a sua montaria, o seu PC irá mandar essa informação para os servidores da Blizzard e os servidores da Blizzard vão assumir (receber) esse comando. O tempo que demora entre o request (pedido) até à response (resposta) é a chamada latência. Teoricamente, o ato de sumonar a montaria demora 1,5 segundos, no entanto, se existir muita latência, essa operação pode demorar bem mais tempo.

A Latência pode interferir em quê?

O exemplo de sumonar a montaria foi algo mais prático, até porque isso é o menor dos problemas. Agora imagine um cenário mais tenso: você está no último boss daquela raid super difícil e, do nada, a sua latência aumenta consideravelmente. Com esse aumento, consequentemente, vem a demora de comunicação entre a sua ponta e a ponta da Blizzard e isso causa inúmeras coisas, como por exemplo, suas habilidades demorarem a ser conjuradas, as habilidades do boss serão conjuradas mas você apenas verá isso passado um tempo (fazendo com que, por exemplo, você não consiga usar um cooldown defensivo a tempo ou que consiga se posicionar melhor), sua movimentação irá estar atrasada (por mais que apareça na sua tela que todos estão perto de você), entre outras coisas. Todos esses aspetos combinados irão deixar você e seu time em desvantagem.
Essa desvantagem torna-se mais gritante no PvP, visto que a dinâmica é bem mais rápida e, principalmente, porque o confronto não é scriptado igual é o encontro de um boss, por exemplo. Um interrupt perdido é, muitas vezes, uma sentença de morte, por isso, pessoas com uma latência alta sofrem bastante quando jogam contra outros jogadores.

Como monitorar minha latência?

Existem várias formas. Por exemplo, você consegue monitorar essa latência in-game. Para isso, basta acessar o jogo e logar num personagem seu. Assim que estiver logado, deixe o seu mouse em cima do ícone de “?”, na barra de habilidade/micro menu da UI (padrão do World of Wacraft). Uma pequena janelinha com informações irá aparecer, como podemos ver no exemplo abaixo:

Monitorando a latência in-game

Na imagem conseguimos ver dois dados que nos interessam bastante: Home e World Latency. Vou passar a explicar ambas:

  • Home Latency: A Home Latency se refere, basicamente, à sua conexão com o seu realm (reino). Essa conexão é a que menos influência na sua largura de banda, pois ela envia pequenas informações, majoritariamente sobre addons, informações de chat, leilões, e outro tipos de dados;
  • World Latency: A World Latency, por outro lado, é extremamente importante e consome mais a sua largura de banda. Esta latência se refere à conexão da sua máquina com os servidores gerais da Blizzard, que transmitem todos os outros dados. A World Latency é o que transmite, por exemplo, os dados de combate, dados sobre NPCs (PNJs), casting (conjuração) de habilidades, informações de personagens jogáveis (outros jogadores, no caso) que estão à sua volta (por isso que por vezes em locais mais populosos a World Latency tende a subir um pouco), entre outras coisas.

NOTA: As explicações acima foram retiradas de um Blue Post no site oficial da Blizzard. Se quiser ler a informação na íntegra, clique aqui (informações escritas em Inglês).

Mas se você é aquela pessoa que se preocupa em não prejudicar o seu time e não quer roubar o lugar de alguém na raid que está com uma conexão melhor, você pode executar um “pathping test”. Esta forma você nem precisa logar no jogo e é bem fácil de executar. O pathping (path = caminho, ping = informação em milissegundos em que um pacote demora para viajar de um ponto para outro) pode ser feito através do Prompt de Comando (cmd) do seu computador Windows. Vou explicar como se faz, passo-a-passo:

  • Vá no menu iniciar do seu sistema operativo Windows (ou clique na tecla Windows do seu computador) e digite “cmd” (sem as aspas);
    Primeiro passo do Pathping Teste
  • Quando aparecer o ícone de Prompt de Comando, clique com o botão direito do seu mouse e clique na opção “Executar como Administrador”; (ver imagem acima)
  • Introduza o comando “pathping xxx.xxx.xxx” e clique Enter;
    • Você irá colocar o comando sem as “aspas” e irá trocar os “x” pelos números de IP que vou colocar em seguida:
      – Servidor US West: 24.105.30.129
      – Servidor US Central (onde os “servidores brasileiros” estão localizados): 24.105.62.129

      Segundo passo do Pathping Teste
  • Aguarde uns momentos e espere os resultados (demora um pouquinho mesmo, não se preocupe).
    Terceiro passo do Pathping Teste

Após a realização deste teste você terá algumas informações valiosas na sua tela, mas vamos por partes. Em primeiro lugar podemos ver que desde o ponto de partida (no caso do exemplo, o meu notebook, cujo nome é “Laptop”) até ao ponto de chegada são 9 comunicações, ou seja: para eu sumonar uma simples montaria, essa informação irá viajar nove pontos até que isso seja possível.
A informação principal que vamos reter aqui é a latência, que é calculada em “ms”, ou seja, milissegundos. Podemos ver que ao lado do “passo” (salto) tempos a coluna de RTT (Round Trip Time), que é o que indica o tempo em que um sinal demora a percorrer um trajeto (neste caso, o trajeto é do meu computador até ao servidor da Blizzard). Vemos que, por exemplo, o primeiro salto demorou apenas 5ms, pois foi o tempo que o meu computador demorou para enviar um sinal para o roteador, dando assim começo à transmissão desse sinal pelo Mundo afora. Já no último passo, vemos que demorou 154ms, ou seja, minha latência atual para os servidores da Blizzard é 154ms. Então, caso eu fosse logar no WOW agora, a minha latência in-game seria de aproximadamente 154ms.
Outra informação importante são os pacotes perdidos. Como pudemos ver, ao lado da coluna de RTT temos outras duas colunas: Origem Aqui (Perdido/Enviado) e Este Nó/Vínculo (Perdido/Enviado). No primeiro passo podemos ver que 100% dos pacotes na coluna de Origem foram enviados mas no segundo passo, 100% dos pacotes foram perdidos. Curiosamente, no terceiro passo de 100 envios, 1 deles foi perdido. Isto pode ser um problema em porcentuais maiores, pois quanto mais pacotes você perde, menos informações você recebe (e isso pode ser um grande problema in-game).

Por fim, existe um teste bem mais eficaz para mensurar sua latência com os servidores da Blizzard (mas por ser tão detalhista, só é necessário fazê-lo em casos muito específicos). Esse método se chama “Battle.net Looking Glass” e está disponível através deste link. É uma ferramenta da própria Blizzard e nela você terá um diagnóstico mais aprofundando sobre a sua conexão com os servidores da Blizzard. Mas como realiza esse teste:

  • Vá até ao site Battle.net Looking Glass;
    battle.net looking glass tool
    Ferramenta Looking Glass da Battle.net
  • No menu do lado esquerdo selecione os dados referentes à sua conta. No meu caso, eu selecionei “América do Norte” (North America) no menu de Selecionar Região (Select Region), depois selecionei o Serviço (Service) “World of Warcraft” e posteriormente escolhi o Reino (Realm) Garona que, no meu caso, é o Reino onde os meus personagens estão criados. Por fim, selecione os 3 quadradinhos no final (MTR, Traceroute e Ping) e clique em “Executar Teste” (Run Test). Saliento que os Reinos “Brasileiros” são localizados na Região da América do Norte;
    battle.net looking glass tool
    Ferramenta Looking Glass da Battle.net (detalhe)
  • Aguarde uns minutinhos e o teste terá concluído.
    Ferramenta Looking Glass da Battle.net (completo)

Eu não vou explicar todas as informações que este teste dá, até porque eu não sou Expert nessa questão. O motivo principal para eu ter mostrado esta ferramenta, é porque na maioria das vezes, quando você utiliza o Fórum do World of Warcraft (ou outros jogos da Blizzard) para tirar dúvidas a respeito da sua conexão, os Agentes de Suporte pedem um teste de “traceroute”. Então sempre que você ver alguém pedindo para você realizar um “traceroute”, acesse essa ferramenta, selecione as opções necessárias e depois de concluir, apenas copie e cole os resultados para que o técnico consiga avaliar a sua questão.

 

Posso fazer algo para melhorar a minha latência?

Existem algumas ações que ajudam a melhorar essa questão, mas nada muito gritante. Uma vez mais lembro vocês que os servidores brasileiros têm as suas infraestruturas nos Estados Unidos. Quanto menor a distância entre os dois pontos, menor é a latência (teoricamente), pois a distância é mais curta. A própria velocidade da Internet pode ajudar, mas essa questão não é 100% linear.
Dentro do nosso próprio país existem diferenças gritantes nesse ponto, tendo em conta a sua extensão e a variação e qualidade das infra-estruturas dos provedores de internet nas mais diferentes regiões do país. Eu, por exemplo, sou de São Paulo, e a minha média é de latência é de 130ms à 170ms. Existem pessoas que relatam ter um pouco menos (pelo que ouvi falar Fortaleza tem uma latência um pouco abaixo dos 130ms ás vezes) e outras que falam ter muito mais (por exemplo, um amigo meu do Amapá relata ter uma latência de 300ms a 400ms aproximadamente). Já alguns parceiros da minha guild, por morarem na mesma cidade em que o servidor Garona está localizado, jogam com um ping de 20 a 30ms, por exemplo.
Como disse, toda a questão de velocidade, infra-estrutura e distância afetam esses números.

Mas passemos às dicas:

  • Conexão com fio, sempre que possível! Conexão por wireless é prática mas não é ideal para jogos. Enquanto o cabo tem perdas quase nulas de pacotes de dados, o wireless tem algumas, devido a interferências externas e até mesmo a distância entre o seu computador e o roteador Wi-Fi pode influenciar nessa comunicação. Como pode ser visto no teste do “pathping” que realizei e mostrei acima, teve casos em que pacotes foram perdidos – coisa que com uma conexão por cabo seria mais difícil de acontecer. Então, sempre que possível utilize uma conexão por cabo;
  • Não utilize várias coisas que consumam internet ao mesmo tempo. Não jogue, assista vídeos e fique baixando músicas, tudo ao mesmo tempo. A banda da sua internet irá trabalhar em várias frentes distintas e isso poderá prejudicar a sua conexão com o jogo. Se possível deixe a sua Internet “focada” no jogo;
  • Distância do roteador para o PC deve ser o mais curta possível. Mesmo com conexões por cabo, quanto maior o cabo, maior o tempo de comunicação entre as pontas, então tente sempre ter o roteador perto do seu PC.

NOTA: Muita gente utiliza softwares como WTFast, NoPing, KillPing, etc. Estes softwares reduzem a perda de pacotes além de dar rotas mais eficazes para você se comunicar melhor com os servidores em questão. Apesar de serem realmente eficazes nessa questão eu, Kfour, NÃO aconselho a utilização desses softwares. Por quê? Porque muitas vezes, utilizadores destes tunnelers relataram terem sido banidos de alguns jogos devido a um acontecimento que se chama “false positive“. O “false positive” (falso positivo numa tradução livre) é quando um dado é interpretado de uma forma errada por algum agente. No caso do WOW, ao utilizar um tunneler desses, o seu IP e as portas que a sua conexão usará serão modificadas (mascaradas). Nos sistemas da Blizzard isso pode, de certa forma, ser interpretado como uma trapaça (por isso o nome “falso positivo”) e, automaticamente, o sistema irá te tirar do jogo. Claro que existe como você recorrer, alegando que apenas utilizou um tunneler, mas até você se explicar demora e, além disso, o GM pode não revogar seu ban. 

Outras dicas que podem ajudar:

  • Mantenha os addons atualizados. Muitas vezes, addons outdated (desatualizados) interferem na questão de latência. Como vimos ali em cima, alguns addons comunicam com os servidores da Blizzard. Caso um addon esteja desatualizado, ele pode fazer com que a sua Internet fique procurando incansavelmente uma informação que está num lugar diferente (ou que já nem exista sequer) e aí a sua largura de Internet estará sendo consumida à toa;
  • Drivers atualizadas. Mantenha as drivers do seu computador (principalmente da Placa de Rede e da Placa Mãe) atualizadas! Visite o site oficial das fabricantes dos componentes em questão, faça o download das drivers e instale.
  • Firewall/Antivirus. Coloque o World of Warcraft (ou outro jogo qualquer) na whitelist (lista branca) do seu Antivírus e da Firewall do Windows ou simplesmente desabilite/desinstale essas funções. Muitas das vezes, a Firewall/Antivírus interpretam esses softwares como prejudiciais e na tentativa de combater a “ameaça” eles tornam a conexão mais lenta.
  • Ligue para o seu provedor de Internet. Mesmo fazendo tudo o que eu falei, se sua Internet continua dando muita dor de cabeça em relação à latência com o World of Warcraft você sempre pode pedir ajuda para o seu provedor de Internet. Ligue para a Central de Atendimento do seu provedor e peça para falar com um técnico. Ao falar com o técnico explique a situação e diga que você queria uma rota melhor para poder jogar World of Warcraft com uma latência mais baixa. O técnico irá pedir o IP dos servidores da Blizzard (aqueles que eu soltei lá em cima para você poder fazer o pathping test) e ele irá tentar encontrar uma rota de comunicação mais eficaz entre a sua ponta e a ponta da Blizzard. Importante salientar que ao melhorar a rota entre a sua ponta e a ponta da Blizzard, outras rotas podem ser comprometidas, ou seja: sua conexão com os servidores da Blizzard podem melhorar mas suas rotas com o YouTube, Facebook ou outro jogo podem piorar, aumentando assim a latência nesses serviços. Faça isto por usa conta e risco!

Perguntas Frequentes

  • Minha internet é de 300Mb. É impossível eu ter ping alto, né!? Apesar da velocidade da Internet ser importante, nada impede de você ter uma latência alta. Eu tive um provedor cuja velocidade da internet era 100Mb e eu tinha uma latência de 3000ms (isso mesmo, três mil). Alterei o provedor e com a mesma franquia (100Mb) tenho números que raramente passam de 180ms. O que importa nesta questão é a velocidade com que o seu ponto se comunica com o ponto da Blizzard. Como foi dito acima, se sua Internet é rápida para muitas coisas e extremamente lenta no World of Warcraft, você pode tentar pedir para o seu provedor de Internet arrumar uma rota mais eficaz;
  • Resetar o roteador ajuda? Pode ajudar como pode não ajudar. Se o problema for na ponta da Blizzard ou no seu provedor, dificilmente vai adiantar alguma coisa. No entanto, pode ser algum bug do seu provedor ou da sua placa de rede e um simples reset pode ajudar, sim. Até porque não custa tentar! Desligue seu roteador da tomada, espere 10 a 15 segundos e volte a ligar;
  • Não consigo ligar por cabo, tem alguma chance de melhorar a conexão via wireless mesmo assim? Tem! Normalmente os roteadores que os provedores instalam na sua casa não são dos melhores. Compre um roteador melhor, chame um técnico especializado e peça para ele instalar. Caso o roteador não consiga ficar muito perto do seu PC, eu aconselho a que você também instale repetidores, que é um aparelho que aumenta o sinal e reduz o número de pacotes perdidos.

E é isto galera, por hoje é só! Semana que vem irei falar um pouco sobre FPS e suas implicâncias no seu gameplay! Caso tenha alguma dúvida, crítica ou sugestão, deixa aqui nos comentários ou vá lá na página do Facebook e peça para falar com o Kfour! Um abraço!