Escolha uma Página

Com Odyn e seus Valarjar neutralizados Loken não iria encontrar problemas em destruir os outros guardiões. Um a um ele os derrotava e Yogg-Saron corrompia suas mentes e os aprisionava na gelada fortaleza de Ulduar. Tyr foi o único guardião que notou que algo estranho estava acontecendo e fugiu para os picos gelados junto de seu companheiro Arkhaedas. Eles sabiam que não conseguiriam enfrentar Loken com seus novos poderes do Vazio. O Guardião Corrompido acreditava que eles haviam abandonado a região e declarou vitória, desativou a Forja da Vontade e vagou pelos anos a seguir sozinho com seus pensamentos perturbadores. O medo dele era que um dia o Panteão ou Algalon retornassem e descobrissem todos os seus atos, mas um perigo muito mais eminente acontecia bem debaixo dos seus olhos. Yogg-Saron enfraquecera a todos os Guardiões e com isso sua prisão, ele silenciosamente movimentava-se para sua liberdade.

Enquanto Loken lutava contra os Guadiões de Ulduar ele sempre teve receio que Ra fosse emergir do Sul para investigar o que estava acontecendo, mas isso nunca ocorreu.

Loken então enviou um grupo para Uldum investigar e descobriram que o Guardião havia simplesmente desaparecido, esta artimanha foi responsável por disseminar a Maldição da Carne para os servos fiéis de Ra. Sem que Loken e seus outros companheiros soubessem Ra tivera uma revelação, quando a onda de poder do Panteão surgiu ele sabia que seus mestres haviam sido derrotados. Não era fácil aceitar que seus criadores haviam parecido, Ra então se confinou em uma área mais a leste e extraiu o poder remanescente de Aman’thul e guardou-o em uma fenda em um local que mais tarde seria conhecido como Vale das Flores Eternas.

Seus seguidores confusos com sua partida se espalharam por todo o Sul, sem saberem que estavam espalhando ainda mais a Maldição da Carne.

Tyr não havia desistido de derrotar Loken, mas sabia que precisava de um plano, então ele e seus companheiros roubaram os Discos de Norgannon de dentro de Ulduar e fugiram com diversos forjados pelos titãs em direção ao Sul. A maldição já transformava a praticamente todos os Vraikal em seres de carne e osso, as tribos mais pacificas iriam viajar junto de Tyr e de alguns Terranos e Gnomecânicos em busca de abrigo e proteção contra as loucuras de Loken e seus seguidores.

O Guardião caído se tomou pelo desespero quando se deu conta do sumiço dos Discos, ele não poderia deixar que todas as informações do que acontecia caírem na mão do Panteão ou de Algalon. Loken então liberou terríveis criaturas que lutaram no Império das Trevas a mando dos Deuses Antigos, os C’Thraxxi, para caçar Tyr e seus protegidos.

Resultado de imagem para C’Thraxxi

As malévolas criaturas sentiram a presença de Yogg-Saron na mente de Loken e o obedeceram. Bem ao sul, em uma clareira tranquila as criaturas alcançaram os Guardiões em fuga e seus seguidores. Temendo pela vida de seus aliados, Tyr ordenou que Arkhaedas fosse com os outros para o mais longe que conseguissem.

A batalha contra os C’Thraxxi durou seis dias e seis noites causando com que correntes de energias tanto arcanas quanto sombrias circulassem pela clareira, dominando-se pelo cansaço Tyr decidiu sacrificar-se pelos amigos e então lançou toda sua força vital contra seus inimigos em uma explosão arcana que abalou os alicerces do mundo.

Ao sul, Arkhaedas e os outros viram a erupção de magia arcana e se arriscaram a voltar ao local, eles encontraram os corpos sem vida de Tyr e um dos C’Thraxxi, o outro escapou por pouco e não seria visto por um bom tempo. Em homenagem ao amigo a clareira foi batizada de “Queda de Tyr” ou Tirisfal. Os Vraikal em particular se sentiram compelidos a fazer algo a mais, então se assentaram no local para permanecer em vigília.

Arkhaedas honrou os desejos dos Vraikal mas continou seguindo ao sul, e finalmente chegou a Uldaman, uma câmera forjada pelos titãs que abrigava anteriormente uma criatura errônea criada por eles chamados de Troggs. Estes não mais habitavam o local, alguns escapavam para o mundo ordenado e outros para o Plano Elemental de Geodomo.

Arkahedas e seus seguidores escavaram novas câmaras e ajeitaram o local para guardar os Discos de Norgannon e juraram proteger a história de Azeroth com suas próprias vidas.

Tanto Arkhaedas quanto Loken estavam com suas atenções totalmente voltadas para os Discos e não perceberam que com o passar de muitos anos e eras a Maldição da Carne se espalhava totalmente entre os Forjados pelos Titãs.

Yogg-Saron conseguia o que queria, enfraquecer ao exército dos Guardiões, mas a mortalidade e fraqueza deu a eles qualidades indispensáveis que o Deus antigo não previra: coragem, heroísmo e determinação. Estas características iriam um dia definir o destino do mundo.

 

 

 

 

FONTE: Livros Crônicas.

Imagens: Wowhead.