Escolha uma Página

Olá meu bonitos! Tutupom com vocês? Hoje no “falando sobre os Loas” trago Akunda, o Trovejante!

Akunda , o lagarto trovão , é o loa das tempestades e novos começos. Ele acredita que a tempestade tem o poder de lavar o arrependimento e a tristeza. Através de um ritual sagrado, Akunda entra na mente daqueles que vêm ao seu templo em Vol’dun em busca de refúgio e remove as memórias que lhes causam dor. Seus seguidores então se renomeiam como Akunda e começam uma nova vida no templo. Seus seguidores fazem boas obras para mostrar que eles são dignos de sua bênção.  As memórias dolorosas indesejadas que Akunda tira de seus seguidores estão armazenadas no Vale das Dores , onde o poder de Akunda (normalmente) as mantém seladas.

Enquanto comanda as tempestades, Akunda permite que a Eterna Primavera perto de seu templo nunca seque. 

Akunda foi envenenado por seu seguidor Akunda, o Exaltado , que tirou as próprias memórias do loa. Usando o poder de Akunda, Akunda, o Exaltado, limpou os trolls no templo não apenas de suas memórias dolorosas, mas de todas as suas memórias. Depois que Meijani e um aventureiro da Horda descobriram isso, eles usaram os poderes da tempestade de Akunda para matar Akunda, o Exaltado. Com Akunda, o Exaltado derrotado, Akunda restaurou as memórias de seus seguidores. Depois, Akunda oferece seu presente para o aventureiro, permitindo-lhes invocar o benefício de Akunda sempre que eles comungam em um Altar de Akunda .

Akunda mais tarde participou da defesa de Zuldazar quando Zul e suas forças procuraram destruir o Grande Selo . Ele segurou sethrak como eles tentaram invadir o Zocalo. O loa auxilia seu aspecto escolhido durante a Batalha de Dazar’alor.

 

Bom pessoal por hoje é isso, espero que tenham gostado do texto de hoje, e caso tenham sugestões sobre guias ou outros tipos de temas, deixem nos comentários!

 

” – Eu sacrifiquei tudo, do que você abriu mão?”